quarta-feira, 20 de setembro de 2017

BRASÍLIA


REFORMA POLÍTICA

Rejeitado o Distritão com 238 votos a favor e 205 contra



Após várias tentativas, o plenário da Câmara rejeitou na noite de ontem, por 238 votos a 205, a Proposta de Emenda à Constituição-PEC que mudaria o atual sistema eleitoral para o Distritão, no qual seriam eleitos os que obtivessem mais votos, independentemente de alianças partidárias, favorecendo os políticos mais conhecidos.

Por ser PEC, eram necessários votos favoráveis de dois terços dos deputados, isto é, 308 votos.

A derrota do Distritão aconteceu a apenas três semanas do fim do prazo limite para que as mudanças pudessem valer nas eleições de 2018.

O sistema era defendido por partidos como PMDB, DEM e PSD e rejeitado por legendas como PT, PR e PRB, essas duas últimas donas de bancadas que cresceram devido a votações expressivas de puxadores de votos, como Tiririca-PR/SP e Celso Russomanno-PRB/SP, ambos com mais de um milhão de votos cada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário