sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

FECAM/RN


RESERVAS HÍDRICAS

A violência no Estado do Ceará


NOMEAÇÕES:
Em Natal, 21 dos 29 vereadores já têm servidores em seus gabinetes. É que a Câmara Municipal, ainda na gestão do presidente Raniere Barbosa, havia exonerado todos os cargos comissionados. A renomeação começou pelos gabinetes dos vereadores.

FECAM/RN:
A Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte-FECAM/RN tem novo comandante. O presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Paulinho Freire foi eleito por aclamação nesta sexta-feira 4 de janeiro para o biênio 2019/2020. Ele substitui o vice eleito, Iron Júnior, que preside a Câmara Municipal de Jardim do Seridó.

ÁGUAS:
As reservas hídricas do Rio Grande do Norte, estão neste início de janeiro, com 21,7% da capacidade de armazenamento. O número representa pouco mais de 960 milhões de metros cúbicos de água, disponíveis em 47 reservatórios responsáveis pelo abastecimento dos municípios potiguares. Já a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do Estado, está com 20,66% de sua capacidade total, o que representa 495,7 milhões de metros cúbicos.

VIOLÊNCIA NO CEARÁ:
O novo ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o envio de tropas da Força Nacional para atuar no combate a violência e o crime organizado no Estado do Ceará. As tropas devem atuar em policiamento ostensivo e outras operações de segurança em conjunto com as forças policiais já em operação no Estado. O período de atuação estipulado por Moro, é de 30 dias. Na quinta-feira 03/01 o Ceará registrou motim na Casa de Privação Provisória de Liberdade, em Fortaleza e ataques a ônibus.

CEARÁ-MIRIM / EDUCAÇÃO
O ano de 2019 está ai. O início do ano letivo já está se aproximando. Nesse contexto, é bom lembrar que dentro das tarefas de gestão das escolas, uma das mais importantes é a preparação do Calendário Escolar. Ele vai conduzir a realização de várias atividades importantes para os alunos, pais e para a própria instituição durante todo o ano letivo. Portanto, a quem interessar possa: definir este calendário cuidadosamente não é simplesmente uma prática interna para organizar as atividades realizadas pela instituição. É, também, uma obrigação legal para mantê-la regularizada junto ao órgão que fiscaliza seu trabalho. É isso que a comunidade escolar de Ceará-Mirim espera da rede municipal de ensino neste ano letivo de 2019.

Nenhum comentário:

Postar um comentário